O LEGADO DE SARAMAGO EM LUIZ GUILHERME SANTOS NEVES: DUAS NOTAS SOBRE O ROMANCE HISTÓRICO CONTEMPORÂNEO
O LEGADO DE SARAMAGO EM LUIZ GUILHERME SANTOS NEVES: DUAS NOTAS SOBRE O ROMANCE HISTÓRICO CONTEMPORÂNEO.
DescriptionUnit
Documento
BR/RGPL/FRGLP.PPRLB.01.020
O LEGADO DE SARAMAGO EM LUIZ GUILHERME SANTOS NEVES: DUAS NOTAS SOBRE O ROMANCE HISTÓRICO CONTEMPORÂNEO
[s.d.]
Como José Saramago se situa entre os escritores motivados pela utopia libertária, ao recontar ficcionalmente a história de seu país, ele o faz com o olhar de um escritor que sonha contra a indiferença social do individualismo contemporâneo, parafraseando Abdala Junior (2002, p. 79). Em Memorial do Convento, por exemplo, a indefinição do tempo faz com que o futuro fosse obrigado a se expressar no presente. É essa literatura de resgate que me interessa analisar. Leitor confesso de Saramago, Luiz Guilherme Santos Neves (A Nau Decapitada, As Chamas na Missa), numa pirueta irônica, mescla textualidades de base da ficção de Saramago para tornar sua narrativa histórica uma espécie de amálgama das relações dialógicas entre o tempo da referência e o da escrita, isto é, fronteiras em tensão, mas também em cooperação. As José Saramago (NOBEL in Literature) is considered a libratory utopian writer, he re-creates his fictional works based upon his country history, doing it, though, dreaming with the end of social differences of the contemporary individualism as thinks Abdala Junior (2002, p. 79). In Memorial do Convento and other works, the identification of the time makes the future obliged to be expressed in the present. This literature dialogues with Luiz Guilherme Santos Neves’ (A Nau Decapitada, As Chamas na Missa), an ironic game, mixing his ècriture with Saramago´ to turn it a dialogical narrative where time of reference and writing are in tension, and cooperation.
José Saramago Luiz Guilherme Santos Neves História Tempo Textualidade History Time Textuality
Artigos\\Artigos do PPRLB
(pt) Português
(en) Inglês
Atas dos Colóquios do PPLB
1809-2748
Atas do 2º Colóquio do PPRLB: Deslocamentos e Permanências
Deneval Siqueira de Azevedo Filho
AZEVEDO FILHO, Deneval Siqueira de. Desarraigados – ensaios: Vitória: EDUFES, 1995.
BORBA FILHO, Hermilo. Os Ambulantes de Deus. Rio de Janeiro: Record, 1986.
GAGNEBIN, Jeanne Marie. Narrativa e História em Walter Benjamin. São Paulo: Perspectiva, 1994.
MORAES, Neida Lúcia. O Mofo no Pão. São Paulo: Atual, 1995.
NEVES, Luiz Guilherme Santos. Queimados. Vitória: FCAA/UFES, 1977.
NEVES, Luiz Guilherme Santos. A nau decapitada. Vitória: FCAA/UFES, 1982.
NEVES, Luiz Guilherme Santos. As Chamas na Missa. Rio de Janeiro: Philobiblion, 1986.
NEVES, Luiz Guilherme Santos. Torre de Delírio. Vitória: DEC, 1992.
PAZ, Otávio. Los Hijos Del Limo. Cidade do México: FUNCE, 1991.
PERRONE-MOISÉS, Leila. Altas Literaturas. São Paulo: CIA. das Letras, 1997.
RIBEIRO, Francisco Aurélio. A Modernidade das Letras Capixabas. Vitória: EDUFES, 1993.
SARAMAGO, José. A Jangada de Pedra. São Paulo: CIA. das Letras, 1986.
SARAMAGO, José. Ensaio Sobre a Cegueira. São Paulo: CIA. das Letras, 1997.
SARAMAGO, José. História do Cerco de Lisboa. São Paulo: CIA. das Letras, 1989.
SARAMAGO, José. Manual de Pintura e Caligrafia. São Paulo: CIA. das Letras, 1990.
SARAMAGO, José. Memorial do Convento. São Paulo: CIA. das Letras, 1982.
SARAMAGO, José. O ano da morte de Ricardo Reis. São Paulo: CIA. das Letras, 1984.
SARAMAGO, José. O evangelho segundo Jesus Cristo. São Paulo: CIA. das Letras, 1991.
SÓFOCLES. Antígona: Trad. Milôr Fernandes. In: Teoria da Literatura. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1977.
Classificação
  • Fundo do Real Gabinete de Língua Portuguesa
  • Atas PPRLB
  • Atas do 2º Colóquio : Deslocamentos e Permanências
Multimedia
Registos relacionados