A IMAGEM LUSO-BRASILEIRA DE SÃO BENEDITO
A IMAGEM LUSO-BRASILEIRA DE SÃO BENEDITO.
DescriptionUnit
Documento
PT/RGPL/FRGLP.PPLB.09.00020
A IMAGEM LUSO-BRASILEIRA DE SÃO BENEDITO
[s.d.]
Esta comunicação é um recorte dos resultados de minha pesquisa de dissertação sobre o debate acerca da imagem do negro no catolicismo, tendo como elemento norteador de discussão a produção escultórica de uma santidade negra - São Benedito.1 Por isso, o estudo de sua iconografia e de como ela foi abordada pelos portugueses no projeto de conversão de negros no Brasil possibilitava desenvolver uma análise mais apurada sobre a produção da imaginária religiosa deste santo. Tratando-se de um santo preto, São Benedito surge como um novo modelo de negro cristão no pós-tridentino, em que vigoravam conceitos estéticos e teológicos de uma Igreja reformada, instituindo uma cultura visual profundamente simbólica, persuasiva e arrebatadora para o público cristão. Com essas diretrizes, a representação do negro seria enfatizada a partir de um elemento muito contundente - a cor preta. This communication is a cut of the results of my dissertation research on the debate about the image of the black in Catholicism, having as a guiding element of discussion, the sculptural production of a black holiness - St. Benedict. For this reason, the study of its iconography and how it was approached by the Portuguese in the project of conversion of blacks in Brazil, allowed to develop a more accurate analysis on the production of the religious imaginary of this saint. Being a black saint, St. Benedict emerges as a new model of Christian black in post-Trent, where aesthetic and theological concepts of a Reformed Church prevail, instituting a profoundly symbolic, persuasive and sweeping visual culture for the Christian audience. With these guidelines, the representation of black would be emphasized from a very blunt element, - the color black.
iconografia São Benedito cor iconography St. Benedict
Artigos\\Artigos do PPLB
(pt) Português
(en) Inglês
Atas dos Colóquios do PPLB
1809-2748
Atas do 9º Colóquio do PPLB: Relações Luso-Brasileiras: Imagens e Imaginários
Joyce Farias de Oliveira
Universidade Federal de São Paulo
Mestre
ARGAN, Giulio Carlo. Imagem e persuasão: Ensaios sobre o Barroco. Tradução: Maurício Santana Dias, 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
AUGRAS, Monique R. A. Todos os santos são bem-vindos. 1. ed. Rio de Janeiro: Pallas, 2005.
AUGRAS, Monique R. A. et al. Benedito das flores e Antônio de Categeró. Catálogo de Exposição. São Paulo: MAS-SP, 2011.
BAIÃO, José Pereira. História das Prodigiosas Vidas dos Gloriosos Santos Antônio e Benedito, maior honra e lustre da Gente Preta. Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal – Lisboa Occidental, 1726.
CONCEIÇÃO, Fr. Apolinário da. Flor peregrina ou nova maravilha da graça descoberta na prodigiosa vida do beato Benedicto de S. Philadelphio, religioso leigo da província reformada de Sicília. 1. ed. Lisboa: Oficina Pinheirense da Música e da sagrada religião de Malta, 1744.
DELL’AIRA, Alessandro. St. Benedict of San Fratello (Messina, Sicily): An Afro-Sicilian Hagionym on Three Continents. In: 23º Congresso Internacional de Ciências Onomásticas, Toronto. Universidade Iorque, p. 284-297, 2009.
DELL’AIRA, Alessandro. La fortuna iberica di San Benedetto da Palermo. In: Atti dell'Accademia di Scienze, Lettere e Arti di Palermo. Palermo, 1993.
DELL’AIRA, Alessandro. Il vero volto di San Benedetto, Il Moro. In: Il Mediterrâneo. Palermo, 12 de junho de 1999. Disponível em: http://www.povo.it/med/990612.htm . Acesso em: 13 maio 2016.
FIUME, Giovanna. Antônio etíope e Benedito, o mouro: o escravinho santo e o preto eremita. In: Revista Afro-Ásia. CEAO-UFBA, n. 40, 2009.
FIUME, Giovanna. Lo schiavo, il re e il cardinale. L'iconografia secentesca di Benedetto il Moro (1524-1589). In: Quaderni storici, n. 1, p. 165-208, 2006.
JABOATÃO, Frei Antônio de Santa Maria. Novo Orbe Seráfico Brasílico ou Chrônica dos Frades Menores da Província do Brasil, vol. II. Originalmente publicado em 1761. 2. ed. Rio de Janeiro: Typ. Brasiliense de Maximiniano Gomes Ribeiro, 1859.
OLIVEIRA, Anderson José Machado. Devoção negra: santos pretos e catequese no Brasil colonial. Rio de Janeiro: Quartet; FAPERJ, 2008.
OLIVEIRA, Joyce Farias de. Niger, sed formosus: A construção da imagem de São Benedito. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de São Paulo, Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História da Arte, 2017.
SANTANA, Frei José Pereira de. Os dois atlantes de Etiópia. Santo Elesbão, Imperador XLVII da Abissínia, Advogado dos perigos do mar & Santa Efigênia, Princesa da Núbia, Advogada dos incêndios dos edifícios. Ambos Carmelitas. Lisboa: Oficina de Antonio Pedrozo Galram, 1735-1738.
VICENT, Bernard. San Benito de Palermo em Spaña. In: Ediciones Universidad de Salamanca/Stud. his., vol. 38, n. 1, Salamanca, p. 23-38, 2016.
Classificação
  • Fundo do Real Gabinete de Língua Portuguesa
  • Atas PPLB
  • Atas do 8º Colóquio
  • Atas do 9º Colóquio
Multimedia
Registos relacionados