PARA ALÉM DO ESPAÇO FICCIONAL: REFLEXÕES SOBRE O INSÓLITO NO CONTO CONTEMPORÂNEO
PARA ALÉM DO ESPAÇO FICCIONAL: REFLEXÕES SOBRE O INSÓLITO NO CONTO CONTEMPORÂNEO.
DescriptionUnit
Documento
PT/RGPL/FRGLP.PPRLB.07.00006
PARA ALÉM DO ESPAÇO FICCIONAL: REFLEXÕES SOBRE O INSÓLITO NO CONTO CONTEMPORÂNEO
[s.d.]
O presente trabalho objetiva analisar aspectos insólitos expressos na configuração do espaço ficcional nos contos “Para além da estrada”, de O belo adormecido (2004) da portuguesa Lídia Jorge, e “A presença”, de Mistérios (1977) da brasileira Lygia Fagundes Telles. Notadamente, pretende demonstrar que procedimentos formais e temáticos concorrem para potencializar efeitos estranhos e inexplicáveis na arquitetura da narrativa. Nesses contos, personagens fogem da realidade refugiando-se em hotéis localizados em regiões distantes, lugares alhures, fora dos limites da razão. No cenário do hotel e da estrada, se verificam a subversão da lógica e um efeito de estranhamento significativos para a deflagração do insólito ficcional. É, pois, seguindo tal linha de pensamento que consideramos oportunos o conceito de estranho, tal como concebe Freud (1919), e o que tecem Ceserani (2006), Todorov (1970), Cortazar (2008) e Ítalo Calvino (2004) sobre a natureza do fantástico. Beyond fictional space: reflections on the unusual in the contemporary short story This paper aims at analyzing some unusual aspects expressed in the configuration of the fictional space in the following short stories: “Para além da estrada”, in O belo adormecido (2004) by Portuguese writer Lídia Jorge; and “A presence”, in Mistérios (1977) by Brazilian writer Lygia Fagundes Telles. Notedly, it intends to show that the formal and thematic procedures contribute to potentiate the unusual and unexplainable effects in the narrative architecture. In these short stories, the characters escape from reality taking refuge at hotels in distant regions, elsewhere places, out of the limits of reason. At the hotel setting and on the road, it is possible to identify a logical subversion and an effect of meaniful strangeness for the construction of the unusual fiction. Taking that into account, we consider appropriate the concept of strangeness, as conceived by Freud (1919), and discussed by Cesarani (2006), Todorov (1970), Cortazar (2008) and Ítalo Calvino (2004) on the nature of fantastic work.
Conto contemporâneo espaço ficcional insólito contemporary short story fictional space unusual
Artigos\\Artigos do PPRLB
(pt) Português
(en) Inglês
Atas dos Colóquios do PPLB
1809-2748
Atas do 7º Colóquio do PPLB: Percursos interculturais luso-brasileiros: Modos de pensar e fazer
Antonia Marly Moura da Silva
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
CALVINO, I. Introdução. In: Contos fantásticos do século XIX: o fantástico visionário e o fantástico cotidiano. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. p. 9-18.
CESERANI, R. O fantástico. Curitiba: Editora UFPR, 2006.
CORTÁZAR, J. Valise de cronópio. 2 ed. São Paulo: Perspectiva, 2006.
FREUD, S. O estranho. Obras completas de Sigmund Freud: Rio de Janeiro: Imago, 1990. v. 18. p. 12-85
GARCIA, F. O “insólito” na narrativa ficcional: a questão e os conceitos na teoria dos gêneros literários. In: GARCIA, F. (Org). A banalização do insólito: questões de gênero literário – mecanismos de construção narrativa. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2007. p. 11-22. Disponível em http://www.dialogarts.uerj.br/arquivos/livro_insolito.pdf . Acesso em 21 de março de 2013.
JORGE, Lídia. O belo adormecido. 2. ed. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2004. p. 217-240.
LAMAS, B. S. O duplo em Lygia Fagundes Telles: um estudo em Literatura e psicologia. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.
LUCAS, F. O conto no Brasil moderno. In: LIMA, L. C. et. al. O livro do seminário. São Paulo: Nestlé /L. R. Editores, 1983, p. 103-161.
MAGALHÃES JÚNIOR, R. O conto fantástico. In: A arte do conto: sua história, seus gêneros, sua técnica, seus mestres. Rio de Janeiro: Bloch, 1972. p. 63-92.
MOREIRA, A. G. O fantástico e o medo: uma leitura de mistérios, de Lygia Fagundes Telles. (Dissertação de Mestrado). Rio de Janeiro: UFRJ, 2008. Disponível em: < http://www.letras.ufrj.br/posverna/mestrado/MoreiraAG.pdf>. Acesso em: 15 jul. 2008.
PAES, J. P. Ao encontro dos desencontros. In: CADERNOS DE LITERATURA BRASILEIRA: Lygia Fagundes Telles. São Paulo: Instituto Moreira Sales, 2002. p. 70-83.
RIBEIRO, J. S. Mistérios de Lygia Fagundes Telles: uma leitura sob a óptica do fantástico. (Dissertação de Mestrado). Campinas, SP: UNICAMP, 2008. Disponível em: < http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000439373>. Acesso em: 15 jul. 2008.
SERRA, P. O realismo mágico na Literatura Portuguesa: o dia dos prodígios, de Lídia Jorge e O meu mundo não é deste reino. Lisboa: Edições Colibri, 2008.
TELLES, L. F. Mistérios. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.
TODOROV, T. Introdução a literatura fantástica. São Paulo: Perspectiva, 2008.
Classificação
  • Fundo do Real Gabinete de Língua Portuguesa
  • Atas PPRLB
  • Atas do 7º Colóquio
Multimedia
Registos relacionados