BRASIL&PORTUGAL: “FICÇÕES ATIVAS” E FRICÇÕES CRUZADAS
BRASIL&PORTUGAL: “FICÇÕES ATIVAS” E FRICÇÕES CRUZADAS.
DescriptionUnit
Documento
BR/RGPL/FRGLP.PPRLB.01.009
BRASIL&PORTUGAL: “FICÇÕES ATIVAS” E FRICÇÕES CRUZADAS
[s.d.]
Partindo da “perspectiva ambivalente e antagônica da nação como narração”, inerente ao pensamento de Homi Bhabha, a presente comunicação busca entrelaçar as reflexões de Eduardo Lourenço (nos ensaios Portugal como Destino seguido de Mitologia da Saudade e A Nau de Ícaro), Roberto da Matta e Darcy Ribeiro sobre Portugal e Brasil, não só como específicos estilos de vida e “ficções ativas”, mas sobretudo no cruzamento de interpretações e projeções, produzido pela continuada reciprocidade de olhares. No caso brasileiro, a própria concepção pluralista de nossa identidade cultural será pensada, do ponto de vista de Octavio Souza, em Fantasia de Brasil, como implicada na “precedência da utopia européia sobre o ato de batismo da América”. Por outro lado serão comentadas as traduções diferenciadas de figuras tradicionais, como as da “melancolia” e da “tristeza”, no processo da mutação histórica que as interpretou, na cultura brasileira. This communication intends to relacionate the reflexions of Eduardo Lourenço (in the essays Portugal como Destino seguido de Mitologia da Saudade e A Nau de Ícaro) about Portugal and Brasil, with another conclusions that have been developed by Brazilian writers like Roberto da Matta and Darcy Ribeiro. The crossing of his interpretations and projections is produced by the continued reciprocity of views between the two countries. This paper will consider the Brazilian side and the pluralist conception of our cultural identity, through the perspective adopted by Octavio Souza, in his Fantasia de Brasil. According to it, the baptism of America is the result of the precedence of the European utopia about New World as a paradise. Besides, different translations of traditional figures - as melancholy and sadness - will be compared in conformity to historical distinct readings they received, in the Brazilian culture.
nação narração utopia América nation narration America
Artigos\\Artigos do PPRLB
(pt) Português
(en) Inglês
Atas dos Colóquios do PPLB
1809-2748
Atas do 2º Colóquio do PPRLB: Deslocamentos e Permanências
Ângela Maria Dias
Universidade Federal Fluminense
ARRUTI, José Maurício Andion. “A narrativa do fazimento, ou, por uma Antropologia Brasileira”. In: Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, nº43, , p.235-243, novembro/1995.
COSTA LIMA, Luiz. O controle do imaginário. Rio de Janeiro, Forense-Universitária, 1989.
DA MATTA, Roberto. O que faz o brasil, Brasil?. 12ªed. Rio de Janeiro, Rocco, 2001.
HOLANDA, Sérgio Buarque. Visões do Paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. 4.ed. São Paulo, Ed. Nacional, 1985.
LOURENÇO, Eduardo. A nau de Ícaro. São Paulo, Companhia das Letras, 2001.
PRADO, Paulo. Retrato do Brasil Ensaio sobre a tristeza brasileira. Org. Carlos Augusto Calil. 8.ed. São Paulo, Companhia das Letras, 1997.
RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo, Companhia das Letras, 1995.
RODRIGUES, Nelson. O Óbvio Ululante Primeiras Confissões. Seleção Ruy Castro. São Paulo, Companhia das Letras, 1993.
RODRIGUES, Nelson. O Reacionário Memórias e Confissões. Seleção Ruy Castro. São Paulo, Companhia das Letras, 1995.
VELOSO, Caetano. Noites do Norte. Universal Music, dirigido por Caetano Veloso e Jaques Morelenbaum, 2000.
SOUZA, Otávio. Fantasia de Brasil As identificações na busca da identidade nacional. São Paulo, Editora Escuta, 1994.
Classificação
  • Fundo do Real Gabinete de Língua Portuguesa
  • Atas PPRLB
  • Atas do 2º Colóquio : Deslocamentos e Permanências
Multimedia
Registos relacionados